O Custo de oportunidade Big Brother Brasil

O Conceito

O custo de oportunidade, segundo a Economia, é tudo que deixamos de fazer por termos

decidido por uma determinada ação. Inegavelmente, todos os dias de nossas vidas fazemos

escolhas que nos permitem obter determinados resultados em detrimento de outros. Se você

opta em não ir à praia e ficar em casa dormindo, você se sentirá mais descansado ao longo

do dia, mas por outro lado abriu mão do convívio social com sua família e seus amigos.

Na literatura econômica existe um exemplo clássico do golfista Tiger Woods, cujo jardim

da sua esplendorosa mansão precisa ser cuidado todos os dias. Se Woods resolver fazer a

manutenção do seu quintal diariamente pesará sobre as finanças do atleta um custo de

oportunidade imenso, já que ao invés de se preocupar com as plantas e a grama, o norte-

americano poderia gravar um comercial para a Nike e receber dezenas de milhares de

dólares.

Uma vez exposto o conceito de custo de oportunidade, analisemos o Big Brother Brasil sob

a ótica do que se obtém assistindo ao programa e do que poderia ser feito.

 

O Big Brother Brasil.

É importante salientar que todos nós precisamos descansar nossas mentes para que

possamos responder adequadamente quando formos cobrados em nossos estudos ou no

ambiente de trabalho. O entretenimento televisivo, supostamente, nos oferece esse

descanso.

Em uma sociedade cada vez mais consumista e individualista, as pessoas não se satisfazem

apenas com as suas próprias realizações pessoais. É necessário saber o que os outros

possuem para analisar se o que temos é o suficiente para a satisfação de nosso ego. O Big

Brother Brasil atua justamente como essa referência externa para validarmos quem somos.

E o mais grave: nessa caminhada rumo a quem precisamos ser para satisfazer a nossa

necessidade de ser quem as pessoas querem que sejamos, os valores são deixados para trás;

um a um.

E o Big Brother Brasil mais uma vez reforça essa mentalidade contemporânea da fortuna

fácil, dos holofotes passageiros da fama meteórica; enfim, dos “ídolos” vazios fabricados

pelos índices do IBOPE que opinam sobre tudo e despertam a curiosidade de milhões, que

buscam naqueles uma referência externa para preencher seus vazios.

O custo de oportunidade.

Todos merecem descanso, mas sob a ótica do custo de oportunidade será que não há

alternativas melhores que assegurem descanso e ao mesmo tempo certa independência

intelectual?

Não vou nem entrar no mérito do “desligue a televisão e vá ler um livro”, porque como

mencionei todos merecem um descanso e ninguém é obrigado a um exercício intelectual

em suas horas vagas. Entretanto, mesmo que suas férias não sejam utilizadas para

atividades de cunho intelectual, todos precisam refletir sobre o quão degradante para a

sociedade brasileira é se debruçar sobre uma casa de exibicionismo e intrigas ao melhor

estilo PLIM PLIM.

Pior ainda é ouvir de muitos que ao assistir o programa se aprende sobre o ser humano,

como se o reality show fosse algum tipo de projeto cientifico.

Portanto, o grande custo de oportunidade do Big Brother Brasil não é o que poderia ser

feito de produtivo pelas pessoas durante as transmissões do programa, mas de em nome do

ENTRETENIMENTO anular a capacidade dos indivíduos de realizar uma autocrítica de si

mesmos, como cidadãos, pais, mães, tios, tias, irmãos, irmãs, filhos e filhas.

Afinal de contas, as novas gerações se espelham nas mais antigas, em geral dentro dos

espectros familiares, em busca de um norte para suas decisões na vida. Abrir mão desse

papel e deixar que o Big Brother Brasil desempenhe esse papel de referência é um custo de

oportunidade muito elevado.

 

Artur Salles Lisboa de Oliveira.

2 comentários

  • Gilmar

    Além de ser um laboratório para entender as preferências dos consumidores e utilizar estas informações para construir uma grade de produtos que atendam estes anseios. Tudo programado par entender os desejos humanos e utilizar para dominar!

  • Maria Silva.

    O que dá prazer aos humanos são conflitos e sexualidade e a Rede Globo sabe muito bem disso. E isso tem no BBB, e nada por lá acontece naturalmente, tudo é induzido pelo produtor do programa. Andam lado a lado: Amor e ódio e o Prazer e o Desprazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *