MENS SANA IN CORPORE SANO:
A importância de manter uma mente poderosa e utilizá-la como ferramenta para superar seus desafios.

Frame of Mind series. Composition of human face wire-frame and fractal elements with metaphorical relationship to mind, reason, thought, mental powers and mystic consciousness

O pensamento é uma energia criadora, capaz de gerar uma força irresistível quando usado convenientemente. Saber usar esta capacidade a seu favor pode tornar sua vida compensadora.

 

Para que se possa usar os extraordinários poderes mentais, é preciso estar consciente de que se tem outros recursos igualmente surpreendentes que integram a constituição global do ser humano.

Quanto mais preparados estamos para reunir todos e desenvolvermos esses talentos de forma holística, mais capazes estaremos para ampliar o poder mental.

Saliento que o maior dom desse conjunto é a consciência, por onde se manifesta nosso espírito.

Somos seres de três partes e a maioria experimenta mais o corpo, ao qual dá mais destaque e atenção. Logicamente que o corpo precisa ser bem cuidado, principalmente o cérebro que é acionado pelo pensamento, uma manifestação da mente consciente.

Percebo que muitas vezes a mente está muito esquecida, relegada, pouco usada. Não é alimentada e nem expandida porque nada lhe é acrescentado. Para evitar que continue sendo embotada, ociosa e preguiçosa, urge prestar atenção para torna-la uma força decisiva ao nosso progresso.

Está na hora de começar a observar e se servir dessa força formidável e capaz que é a mente consciente.

Tem-se um poder mental, mas muitos ignoram como usá-lo porque desconhecem, porque que somos fruto de nossos condicionamentos, cujas, crenças e tendências levam muitos a serem conduzidos pela mente inconsciente, como se estivesse no piloto automático.

É aí que reside toda sorte de desacertos, conflitos, falhas, fraquezas, desculpas esfarrapadas, irritações constantes, traições, displicências, indolência, dificuldades financeiras, doenças, descasamentos, carregadas de culpas e raivas, etc.

Para que a mente se transforme numa força irresistível e realizadora, é preciso que se esteja consciente do seu uso. Até mesmo para saber utilizar o “piloto automático”, o nosso subconsciente, mas devemos saber quando deixar que certos hábitos positivos sejam comandados por ele.

Infelizmente fomos educados com base num princípio equivocado: o castigo e a recompensa. Apesar de os pais amarem seus filhos, não notam que implantaram regras e conceitos opressores que tiraram a liberdade a sua autodeterminação.

O domínio da mente pelo desenvolvimento progressivo se faz de forma contínua e disciplinada, persistente e justa, sabendo que ela representa um item da trilogia que compõe o ser humano.

Ser senhor de si mesmo é algo difícil e pouco explicado. Nas escolas não se toca nesse assunto. Mas você se torna naquilo que mais pensa. Como não presta atenção ao que pensa, vai sofrendo todo tipo de influências e adversidades, pensando que a vida é fruto do destino ou do acaso.

Augusto Cury em seu livro: Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas, diz:

“Muitos vivem em sociedades livres, mas são escravos das suas emoções. Não treinam sua psique para construir um amor inteligente; desenvolvem uma paixão doentia que os controla e que asfixia os outros.”

E adiante:

“Todos nós queremos uma mente saudável, regada ao prazer, livre, segura, resiliente, criativa, mas frequentemente deixamos nossa mente irresponsavelmente solta, sem gerenciamento e proteção.”

Com efeito, diz ele:

“Possuímos mentes tímidas, agitadas, ansiosas, imaturas, pessimistas, amedrontadas, flutuantes, depressivas, como consequência dessa falta de gestão e proteção.”
Pollack escreveu:

“Alguns de nós pensam, muitos mais pensam que pensam e a maioria de nós sequer pensa em pensar. O resultado é um mundo um tanto absurdo.”

Assim como a eletricidade está por detrás da lâmpada que a torna incandescente, nosso pensamento está por trás das nossas ações. Pense nisso.

É preciso aprender a expulsar a inveja, o ódio, a cobiça, o egocentrismo, a crítica nociva, a vingança, pensamentos improdutivos que o fazem perder tempo, diz John Templeton.

Não é só adquirir conhecimentos que é importante; nem saber fazer para ampliar a sua habilidade; mas o fundamental é querer fazer, que é uma atitude.

Todos somos produtos de nossos hábitos. Alguns estão mais conscientes do que outros.

E você, onde se acha?

É você quem comanda, ou você é comandado pelo seu subconsciente / inconsciente?

Pare para pensar…

Isto é de vital importância, porque caso não esteja no controle, sua vida pode ser tornar uma sucessão de fatos repetidos, insossa, sem entusiasmo e queixosa.

É preciso se esforçar diariamente para que os relacionamentos, o crescimento e desenvolvimento tenham um significado construtivo para gerar sentimentos, bem-estar, alegria de viver com realizações positivas.

Portanto, comece primeiro conscientizando-se da sua situação nas várias áreas de atuação e nos vários papéis que exerce (pai/mãe; filho/a; marido/esposa; empregado/empregador; colega/amigo/a; etc.).

Seja senhor de si mesmo. Já lhe foi dito que os pensamentos são força que usam a mente para exercer suas diretrizes planejadas conscientemente. Logo, você é importante e tem poderes interiores que precisam ser conhecidos e aplicados.

O crescimento é um processo. Como tudo na vida. É preciso conhecimento e persistência para evoluir.

É preciso vencer a inércia, a procrastinação. Dizer não às fixações, aos pensamentos obsessivos e a hábitos que o mantêm preso a certas rotinas cansativas e repetitivas.

Você é uma trilogia. Além do corpo com emoções temos o espírito e a nossa mente. Há um conjunto de forças aqui conjuminadas: o consciente, subconsciente e inconsciente.

O inconsciente detém um registro fabuloso de sua história, ali está gravado tudo o que tem passado desde quando estava em formação no útero de sua mãe e a memória dos seus antepassados.

O subconsciente tem sido usado como um poderoso servo mecanismo que não possui filtro de certo e errado. Aquilo que você passa para ele de forma repetida e aceita, ele devolve a você como um comportamento condicionado.

É aqui no consciente que reside a sua razão e onde faz suas escolhas para tomada de decisões na sua vida. Porém, se deixa que seus condicionamentos prevaleçam e acaba agindo de forma inconsciente, colhe adversidades provocadas por você mesmo.

A mente é uma força e se torna poderosa quando há a união dos sentidos e do espírito em torno dos mesmos objetivos, onde não há a primazia do ter. É o fluxo da energia criativa ilimitada que supera o modo de viver egoísta do ego.

É exatamente este senso pela realidade e pelo discernimento calcado na razão, sem se deixar dominar pelos seus conflitos interiores, é que hão de direcioná-lo para o caminho do equilíbrio.

Isto vai exigir de você a procura do autoconhecimento a fim de saber Quem É para determinar-se Quem deseja Ser. É quando as escolhas fluem pelo fluxo da vida de forma harmoniosa.

Seus objetivos previamente fixados favorecem as escolhas. Pois sua mente está ciente da direção a seguir e torna-se a força necessária ao seu sucesso.

Porém, como você é uma trilogia, não pode esquecer-se de dar a devida atenção a todas as partes, por exemplo:
• praticar exercícios físicos para manter o corpo bem movimentado, garantindo uma forte oxigenação do cérebro que é o instrumento da mente.
• manter o hábito da leitura constante.
• praticar a meditação para uma conexão com seu espírito.

Seja dono de sua vida, domine sua mente, faça escolhas conscientes e siga a trilha desejada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *